Publicado em 06/08/2018 às 16h11.

Edílson é transferido para prisão em Florianópolis

Ex-jogador foi detido pela quarta vez por faltar com pagamentos de pensão alimentícia de filhos; Valor é orçado em R$ 110 mil

Redação
Reprodução / TV Globo
Reprodução / TV Globo

 

O ex-jogador de Bahia e Vitória, Edílson “Capetinha”, foi transferido para uma prisão em Florianópolis após ter sido preso no último sábado (4) em Rio Negrinho, cerca de 262 km, por atraso na pensão alimentícia. Edilson estava na cidade para participar de um jogo e jantar festivo. Após a prisão, o ex-atleta foi levado para o Presídio Regional de Mafra.

Edilson já havia sido detido outras três vezes por não pagar pensão alimentícia do filho. De acordo com a liminar, o valor devido é de R$110 mil reais com uma tentativa de correção de valor. A defesa de Edílson já entrou com um habeas corpus pelo relaxamento da prisão do ex-jogador.