Publicado em 01/04/2019 às 20h00.

Enderson diz ter encontrado o Bahia ‘desacreditado’ e ‘sem perspectiva’

Treinador demitido agradeceu ao presidente do clube, Guilherme Bellintani

Redação
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

 

Em nota enviada à imprensa nesta segunda-feira (1º), o técnico Enderson Moreira se pronunciou sobre a demissão do Bahia após a eliminação do time na primeira fase da Copa do Nordeste.

O treinador alegou ter encontrado um time “desacreditado, sem perspectivas positivas para o fim da temporada” quando chegou ao Fazendão, em junho de 2018.

Ele destacou, porém, que o Bahia conseguiu, sob sua orientação, encerrar “2018 com a melhor campanha da história do clube em Sul-Americana, Campeonato Brasileiro de pontos corridos e Copa do Brasil, e isso é fato”.

Enderson ainda agradeceu ao presidente do clube, Guilherme Bellintani, diretor de futebol Diego Cerri e vice, Vitor Ferraz. “Essas três pessoas foram fundamentais para dar equilíbrio nos momentos mais difíceis, quando nós mais precisamos”, falou.

“Deixo meu muito obrigado ao grupo de jogadores, que sempre fizeram seu melhor dentro e fora de campo. Tenho convicção de que vocês darão muitas alegrias à torcida nessa temporada. Vocês são muito bons e altamente comprometidos! À torcida, peço desculpas pelo que deixamos a desejar. Desejo ao Bahia e a todos os seus profissionais muito sucesso. Foi um grande prazer trabalhar com vocês. Muito obrigado”, completou o treinador.