Publicado em 16/10/2017 às 21h51.

Jogadores reagem a empate: ‘Poderia ser melhor’

Rubro-negro esteve na frente do placar por duas vezes, mas acabou no 2 a 2 com o Santos fora de casa

Fernando Valverde
Foto: Ivan Storti / Santos FC
Foto: Ivan Storti / Santos FC

 

Na saída de campo após o empate por 2 a 2 com Santos na noite desta segunda-feira (16), os jogadores do Vitória mostraram-se parcialmente satisfeitos com o resultado. Apesar do ponto conquistado contra um difícil adversário, a sensação era de “poderia ser melhor”.

“Infelizmente a gente fez um gol contra ali. A gente não estava esperando a bola ali. O importante foi que a gente pontuou. Trabalhar agora para conseguir a vitória diante do Atlético-PR”, afirmou o lateral Caíque Sá em entrevista para a Rádio Transamérica.

Autor do segundo gol rubro-negro, o zagueiro Wallace evitou falar que o resultado foi “injusto” e ressaltou o equilíbrio da partida.

“Futebol é difícil falar de justiça. Criamos as melhores oportunidades, mas não conseguimos converter em gols. Santos marcou em duas bobeiras nossa. De maneira geral, foi um jogo equilibrado. O Santos com a posse de bola, e nós insinuantes no contra-ataque. A gente sai com um ponto, que para a sequência do campeonato vai ser importante”, avaliou.

Ainda em busca do equilíbrio entre as péssimas atuações como mandante e os bons jogos fora de casa, o Vitória enfrenta o Atlético-PR na próxima quinta (19). Para o atacante Neílton, é necessário concentração para evitar mais um resultado ruim em casa.

“Postura. Temos que manter a postura, a mesma coisa que estamos fazendo fora de casa. Vamos trabalhar firme, também mentalmente, porque as coisas também não estão acontecendo por causa disso”, afirmou.