Publicado em 27/02/2016 às 16h03.

Justiça determina embargo de helicóptero de Neymar

Além do helicóptero, avaliado em U$ 3,8 milhões, o jogador já teve embargado um jatinho, um iate e imóveis no litoral paulista e de Santa Catarina

Ivana Braga
Neymar e o pai (Foto: Divulgação)
Neymar e o pai (Foto: Divulgação)

 

De acordo com reportagem da Gazeta Press, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), por determinação da Justiça Federal, teria embargado um helicóptero do jogador do Barcelona e da Seleção Brasileira Neymar, avaliado em 3,8 milhões de dólares (R$ 15, 2 milhões), embargado.

Neymar e o pai são acusados de sonegação fiscal. Eles teriam deixado de pagar R$ 63,6 milhões em impostos referentes aos anos de 2011 a 2013 das empresas ligadas ao atleta, como a N&N Consultoria Esportiva e Empresarial e a Neymar Sports.

Para garantir o ressarcimento, a Justiça Federal teria determinado bloqueio de R$ 198 milhões de bens do jogador devido a uma multa de 150% sobre o montante devido à Receita.

Além do helicóptero, já foram embargados um jatinho, um iate e imóveis no Guarujá, na Praia Grande, em Santos, em São Paulo, em São Vicente e em Itapema (SC). A decisão impede o uso ou a venda dos bens.

Os embargos a Neymar são decorrentes da decisão da Justiça Federal, que ordenou o bloqueio de R$ 192 milhões em bens do jogador, de seus familiares e das c

PUBLICIDADE