Publicado em 14/11/2015 às 15h49.

Rosberg volta a superar Hamilton e faz 5ª pole seguida

Massa sai em 8º na corrida deste domingo (15) no GP do Brasil.

Agência Estado

Com um tempo superior ao que lhe garantiu a pole do ano passado do GP do Brasil, Nico Rosberg voltou a conquistar a primeira posição do grid em São Paulo, neste sábado, no circuito de Interlagos, ao cravar 1min11s282 com sua Mercedes. Assim, ele obteve a sua quinta pole seguida do Mundial e superou novamente Lewis Hamilton, segundo colocado do grid com o tempo de 1min11s360.

O treino de classificação deste sábado foi disputado no seco e com 46ºC de temperatura na pista, em um dia sem chance de chuva, que normalmente costuma aparecer em final de semana de corrida do GP brasileiro.

Felipe Massa, por sua vez, sofreu para andar rápido com sua Williams e sairá apenas do oitavo lugar, apenas duas posições à frente do seu compatriota Felipe Nasr, que mais uma vez conseguiu extrair o máximo que podia de sua Sauber e por muito pouco não participou até da parte final do treino de classificação. Ele fechou a sessão em 11º, mas herdou uma posição por causa de punição aplicada a Daniel Ricciardo, da Red Bull, que terminou em nono na pista, mas largará em 19º

Q1 – Hamilton, que já liderara o treino livre realizado pela manhã, voltou a manter o seu domínio no Q1, a primeira parte da sessão.

O tricampeão mundial por antecipação cravou 1min11s682 para liderar o estágio inicial do treino, deixando em segundo lugar o seu companheiro de Mercedes, Nico Rosberg, que cravou 1min11s746 Bem distante desta dupla, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel avançaram ao Q2 com os respectivos terceiro e quarto lugares.

Já Felipe Massa tentou melhorar sua volta no fim do Q1, correndo risco de ser eliminado de forma precoce. O piloto da Williams pegou tráfego no trecho final do circuito e não conseguiu registrar a volta rápida. Curiosamente, quem estava a sua frente era o compatriota Felipe Nasr. Estava então em 14º lugar, mas na sequência ele se recuperou e fez o 10º melhor tempo. Nasr, por sua vez, avançou ao Q2 com o 12º tempo.

Em péssima fase principalmente pelo fato de ser prejudicado pelo carro muito ruim da McLaren, o espanhol Fernando Alonso viu a equipe pedir para ele parar “imediatamente” o seu carro na primeira sessão. Aparentando não se incomodar com o novo problema, saiu da pista calmamente e foi sentar numa cadeira num barranco, com vista privilegiada para o traçado. Foi o primeiro eliminado do Q1. O inglês Jenson Button, com fraco ritmo, também caiu na primeira sessão. Assim, a escuderia inglesa já se viu eliminada já na parte inicial do treino

Além da dupla da McLaren, Pastor Maldonano, da Lotus, e a parceria da Marussia formada por Alexander Rossi e Will Stevens também foi eliminada.

Q2 – E Hamilton, dominante, terminou a segunda parte da sessão classificatória como líder, mas desta vez teve Vettel como seu maior perseguidor, enquanto Rosberg caiu para o terceiro lugar e Raikkonen avançou com o quarto tempo.

Massa se classificou para a parte final da sessão no limite, com o décimo lugar, enquanto Nasr por pouco não passou para o estágio derradeiro da sessão ao ficar em 11º no Q2. Além do brasileiros, foram eliminados nesta segunda parte Carlos Sainz Jr., Sergio Pérez, Marcus Ericsson e Romain Grosjean.

Entre os eliminados, Grosjean rodou, saiu da pista e provocou uma bandeira amarela, fato que prejudicou Massa, que vinha logo atrás em volta rápida. O brasileiro, mesmo assim e sofreu para ter maior aderência dos pneus na pista de Interlagos, avançou com um tempo apenas 0s131 mais rápido do que o de Nasr.

Sem empolgar na pista, Alonso e Button brilharam fora do asfalto Após serem eliminados já no Q1, deram uma escapada e subiram juntos no pódio, para alegria da torcida nas arquibancadas de Interlagos.

Q3 – Mas, se Hamilton foi melhor no terceiro livre e nas duas primeiras partes da sessão classificatória, Rosberg deixou o melhor para o final ao cravar a pole, superando Hamilton, enquanto Vettel assegurou a terceira posição.

Já o finlandês Valtteri Bottas, da Williams, fechou em quarto lugar o treino, mas terá de largar da sétima posição pelo fato de ter sido punido já na última sexta-feira pela FIA. Ele perdeu três posições no grid por manobra proibida ao ultrapassar Nasr de forma irregular no primeiro dia de treinos livres em Interlagos.

Curiosamente, a punição fará com que Bottas largue lado a lado com Massa, seu companheiro de equipe, que conquistou o oitavo tempo do treino classificatório.

O australiano Daniel Ricciardo, por sua vez, perdeu dez posições no grid por troca de motor de sua Red Bull. Assim, terá de partir do 19º lugar após ter conquistado o nono tempo do Q3.

A corrida deste domingo terá largada às 14 horas, quando os pilotos iniciarão a disputa da penúltima etapa do Mundial de Fórmula 1.

Confira o grid de largada do GP do Brasil de Fórmula 1:

1) Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 1min11s282

2) Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min11s360

3) Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min11s804

4) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min12s144

5) Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 1min12s265

6) Daniil Kvyat (RUS/Red Bull), 1min12s322

7) Valtteri Bottas* (FIN/Williams), 1min12s085

8) Felipe Massa (BRA/Williams), 1min12s415

9) Max Verstappen (HOL/Toro Rosso), 1min12s739

10) Felipe Nasr (BRA/Sauber), 1min12s989

————————————————

11) Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso), 1min13s045

12) Sergio Pérez (MEX/Force India), 1min13s147

13) Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min13s346

14) Romain Grosjean (FRA/Lotus), 1min13s913

15) Pastor Maldonado (VEN/Lotus), 1min13s385

————————————————

16) Jenson Button (ING/McLaren), 1min13s425

17) Alexander Rossi (EUA/Marussia), 1min16s151

18) Will Stevens (ING/Marussia), 1min16s283

19) Daniel Ricciardo** (AUS/Red Bull), 1min12s417

20) Fernando Alonso (ESP/McLaren), sem tempo

(*) Punido com a perda de três posições.

(**) Punido com a perda de dez posições.

PUBLICIDADE