Publicado em 04/12/2017 às 16h00.

Viana se coloca como candidato no Vitória: ‘Atendi apelo da torcida’

Ex-presidente do clube, o advogado comentou a presença do seu ex-vice Manoel Matos no pleito: ‘Eu não gosto de olhar pelo retrovisor’

Clara Rellstab / João Brandão
Foto: Francisco Galvão/ Divulgação/ EC Vitória)
Foto: Francisco Galvão/ Divulgação/ EC Vitória)

 

O ex-presidente do Vitória Raimundo Viana confirmou, nesta segunda-feira (4), que sairá candidato nas próximas eleições do clube. Sobre a demora em se posicionar a respeito, o advogado afirmou que estava no aguardo do final do Campeonato Brasileiro de 2017.

“Eu tinha prometido não me envolver na política do clube enquanto o Vitória estivesse na luta para permanecer na primeira divisão. Primeiro os interesses do meu clube e depois os de natureza política”, explicou em entrevista ao bahia.ba. O ex-gestor acrescentou que irá concorrer ao cargo a pedidos da torcida do Leão: “Atendi o apelo dos torcedores que, por onde eu passo, me apelam para voltar. Fiquei sem condição de negar”.

Viana comentou ainda a candidatura de Manoel Matos, que foi seu vice-presidente na gestão de 2016, e garantiu que não há desavenças entre ambos. “Eu não gosto de olhar pelo retrovisor, eu olho para a frente. Cada um é juiz de suas conveniências, de suas posições”, argumentou. A respeito de sua amizade com Ricardo David e fotos recentes nas quais aparecem lado a lado, o candidato rechaçou a possibilidade de parceria: “Não, absolutamente não, quero fazer uma campanha respeitosa”.

Entre suas propostas de campanha, Viana disse que as prioridades podem ser resumidas em três pilares: sanar as finanças do clube, redefinir critérios de gestão em áreas estratégicas e zelar pela conservação e ampliação do patrimônio rubro-negro.

PUBLICIDADE