Publicado em 11/08/2016 às 17h28.

Ex-assessora no Senado, noiva de ACM Neto nega atuação em política

Publicitária Tatá Canhedo foi assistente e auxiliar parlamentar nos gabinetes de Lobão Filho e Edison Lobão entre outubro de 2011 e junho deste ano

Rodrigo Aguiar
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Noiva do prefeito ACM Neto (DEM), a publicitária Tayane Canhedo, mais conhecida como Tatá Canhedo, esteve lotada por quase cinco anos no Senado, embora diga que nunca trabalhou “com política”.

Ela foi nomeada em 26 de outubro de 2011 para o cargo comissionado de assistente parlamentar no gabinete do então senador Lobão Filho (PMDB-MA). Depois, passou a auxiliar júnior no gabinete do pai, o senador Edison Lobão (PMDB-MA), de onde foi exonerada no dia 1º de junho deste ano.

Em abril último, seus vencimentos foram de R$ 4.728, de acordo com o Portal de Transparência do Senado Federal. Contatada pela reportagem, ela disse disse inicialmente que nunca havia trabalhado com política na vida. Em um segundo contato telefônico, ao ser questionada sobre a exoneração do gabinete, confirmou que era lotada no Congresso.

“Com política, não [trabalhei]. Minha área sempre foi publicidade, mesmo no gabinete. Trabalhava lá com a assessoria de imprensa”, disse Tatá, que não quis dar mais detalhes sobre o período em que teve um cargo comissionado ou falar sobre a sua função. “É porque, assim (risos), eu não quero que divulgue esse tipo de coisa, entendeu? Não é interessante. […] É tranquilo, só não quero entrar muito em detalhes”, afirmou.

O bahia.ba procurou Tayane no gabinete de Edison Lobão dias antes de sua exoneração, por mais de uma vez, mas as funcionárias que atenderam ao telefone informaram que ela “não estava no momento”.

Mais notícias