Publicado em 16/05/2019 às 11h15.

Acusado pela morte de jornalista será julgado na próxima quarta

Fundador do jornal A Região, Manoel Leal foi morto a tiros na porta de casa, em Itabuna, em 14 de janeiro de 1998

Redação
forum ruy barbosa foto joao brandao bahiaba (2)
Foto: João Brandão / bahia.ba

 

Acusado pelo assassinato do jornalista Manoel Leal, ocorrido há mais de duas décadas em Itabuna, no sul da Bahia, Marcone Sarmento será julgado na próxima quarta-feira (22) pelo Tribunal do Júri da comarca de Salvador.

Fundador do jornal A Região, Leal foi vítima de uma emboscada e morto a tiros na porta de casa, em 14 de janeiro de 1998.

Denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) como um dos executores, Sarmento chegou a ser absolvido em 2005.

O MP, porém, recorreu da decisão e o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) considerou que a absolvição era manifestamente contrária à prova dos autos.

Outras duas pessoas também foram julgadas no caso: uma delas condenada a 18 anos de prisão e a outra, absolvida a pedido do Ministério Público.

PUBLICIDADE