Publicado em 06/07/2018 às 15h20.

Aeroclube é condenado a pagar R$ 100 mil a vítima de estupro

Empresa havia sido condenada a pagar R$ 50 mil, mas recorreu da decisão e foi condenada novamente, com valor reajustado; caso ocorreu há 12 anos

Redação
Foto: Reprodução/Wikimedia Commons
Foto: Reprodução/Wikimedia Commons

 

A empresa administradora do antigo Aeroclube, Consórcio Parques Urbanos, foi condenada a pagar R$ 100 mil em indenização a uma vítima de estupro dentro do estabelecimento a 12 anos atrás.

A empresa já havia sido condenada a pagar R$ 50 mil, mas recorreu e teve sentença reajustada por conta da correção monetária. A decisão foi do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que já publicou a sentença no Diário Oficial.

O crime foi cometido em 2005, quando vítima tinha apenas 12 anos. De acordo com documento do TJ, a criança foi ameaçada com uma arma de fogo antes de ser violentada. O fato atestou para a Justiça a falta de segurança do estabelecimento.