Publicado em 13/06/2018 às 16h02.

Bretas condena dono da Delta a quatro anos de prisão

Além de Fernando Cavendish, também foram condenados outros sete diretores da empreiteira, além de Carlinhos Cachoeira

Redação
ARTISTAS SE UNEM A JUÍZES, PROCURADORES E POLÍTICOS EM APOIO AO JUIZ FEDERAL MARCELO BRETAS
Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

 

O juiz Marcelo Bretas condenou nesta quarta-feira (13) o dono da empreiteira Delta Construções, Fernando Cavendish, a quatro anos e dois meses de prisão, inicialmente no regime semiaberto, ao julgar ação penal derivada da Operação Saqueador, segundo a Folha.

O empresário foi acusado de gerar R$ 370 milhões para o caixa dois da Delta por meio de lavagem de dinheiro com as empresas de Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, e de Adir Assad.

Também foram condenados outros sete diretores da empreiteira, além do próprio Carlinhos Cachoeira, cuja pena foi fixada em 9 anos e seis meses.

Réu confesso no processo, Cavendish afirmou que parte dos recursos foi usado para pagar propina ao ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB).

O emedebista, porém, não é réu nesta ação. O dono da Delta teve sua pena diminuída em três anos e nove meses após disponibilizar à Justiça Federal créditos de R$ 375 milhões que a empresa considera ter com governos estaduais e municipais.