Publicado em 06/12/2017 às 18h38.

Jurados se reúnem para decidir destino de Kátia Vargas

Foram sete os quesitos formulados pela juíza Gelzi Maria Souza, titular do 1° Juízo da 1ª Vara do Júri

Rodrigo Aguiar / João Brandão
Foto: João Brandão/Bahia.ba
Foto: João Brandão/Bahia.ba

 

Os integrantes do júri popular da médica Kátia Vargas se reuniram no final da tarde em uma sala secreta no Fórum Ruy Barbosa, de onde sairá o resultado do julgamento da ré, acusada de matar os irmãos Emanuel e Emanuelle Gomes, em outubro de 2013, em Ondina.

Foram sete os quesitos formulados pela juíza Gelzi Maria Souza, titular do 1° Juízo da 1ª Vara do Júri.

Primeiro: o fato ocorreu? A moto bateu contra o poste? Segundo: Ré atirou seu veículo em alta velocidade contra a moto? Terceiro: A manobra da ré decorreu de imprudência? Quarto: A ré deve ser absolvida? Quinto: A ré agiu por motivo fútil? Sexto: Ré agiu de modo que impedisse a defesa das vítimas? Sétimo: Ré agiu de modo que pudesse resultar em perigo comum em uma via pública com grande número de pedestres?

Os jurados devem responder às perguntas com cédulas de “sim” ou “não”. Depois disso, a magistrada elaborará a sentença, a ser lida no plenário.

PUBLICIDADE