Publicado em 09/05/2017 às 13h41.

MP-BA denuncia frentista por tentar matar militante transexual do PSOL

Segundo os promotores, Domingos Neto disparou tiros de armas de fogo contra jovem e a acertou na região próxima ao ouvido esquerdo e à coluna cervical

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

O Ministério Público da Bahia (MP-BA) denunciou, nesta terça-feira (9), o frentista Domingos Mendes Machado Neto, suspeito de tentar matar a militante transexual do PSOL Bárbara Trindade, no município de Presidente Dutra, no centro-norte baiano. O crime aconteceu no último dia 2 de abril.

De acordo com a acusação, Domingos Neto, “mediante dissimulação e recurso que impossibilitou a defesa da vítima”, disparou tiros de armas de fogo contra Bárbara Trindade e a acertou na região próxima ao ouvido esquerdo e à coluna cervical. O atentado deixou Bárbara tetraplégica.

Segundo a denúncia, no dia do crime, o frentista agendou um “encontro amoroso” com Bárbara, via aplicativo de troca de mensagens, e combinou que a buscaria na Rua Vereador João Rocha, nas proximidades da Câmara Municipal, para de lá partirem em direção a uma residência.

Domingos Neto teria chegado de carona em uma motocicleta, cujo motorista não foi identificado, e teria disparado contra Bárbara logo após descer do veículo. A denúncia é de autoria dos promotores de Justiça Áviner Rocha Santos, Edna Márcia Souza de Oliveira, Fábio Nunes Guimarães e Igor Clóvis Miranda.