Publicado em 15/05/2017 às 21h00.

TJ condena, depois de dois anos, acusado de matar companheira

Rubervaldo Soares dos Santos Júnior terá que cumprir, em regime fechado, 20 anos de prisão; o crime foi classificado como feminicídio

Redação

O Tribunal do Júri condenou, segundo divulgou o Ministério Público do Estado da Bahia (MPE) nesta segunda-feira (15), Rubervaldo Soares dos Santos Júnior a 20 anos, nove meses e 22 dias de prisão, em regime fechado, pela morte da companheira Anaildes dos Santos Lacerda, que estava grávida dele.

Ele é acusado de ter matado a companheira a golpes de faca no dia 8 de abril de 2015, em denúncia oferecida pelo MPE, por meio da promotora de Justiça Ana Rita Nascimento. A sentença foi proferida pela juíza Gelzi Maria Almeida Souza.

A magistrada classificou o ato como feminicídio, quando o crime contra a vida é praticado “contra mulher por razões da condição de sexo feminino”.