Publicado em 11/04/2017 às 18h20.

Processos de acidentes de trabalho crescem 273% na Bahia em dois anos

Em 2016, as Varas de Trabalho, Tribunais Regionais e o Tribunal Superior do Trabalho receberam quase 180 mil processos com a temática

Redação
Carteira de Trabalho e Previdência Social. Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Carteira de Trabalho e Previdência Social. Foto: Marcos Santos/USP Imagens

 

Em apenas dois anos, os processos envolvendo acidentes de trabalho na Bahia subiram 273%. Em 2014 foram 1.986 ações ajuizadas, 3618 em 2015, já em 2016 elas totalizaram 5.437, segundo divulgado pelo Tribunal Regional do Trabalho da Bahia (TRT5-BA), nesta terça-feira (11).

“A crise econômica reduziu o quadro de empregados nas empresas para reduzir a folha de pagamento e a empresa poder sobreviver. Os que não foram dispensados passaram a ter uma sobrecarga de trabalho maior. E isso intensifica, em consequência, os riscos de adoecimento e acidentes de trabalho”, revela o desembargador Luiz Roberto Mattos, gestor regional do programa Trabalho Seguro na Bahia.

Em 2016, as Varas de Trabalho, Tribunais Regionais e o Tribunal Superior do Trabalho receberam quase 180 mil processos com a temática. Os números são da Coordenadoria de Estatística e Pesquisa do TST, que apurou a quantidade de processos trabalhistas que incluem temas como indenização por dano moral ou material decorrentes de acidentes laborais, prescrição e responsabilidade civil do empregador.