Publicado em 05/06/2019 às 07h35.

STF nega habeas corpus impetrado por Trindade em processo movido por Neto

Prefeito de Salvador ofereceu queixa-crime contra vereador, há três anos

Redação
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba
Foto: Izis Moacyr/ bahia.ba

 

Um habeas corpus impetrado pelo vereador José Trindade (sem partido) para tentar trancar a ação penal à que responde por calúnia e injúria contra o prefeito aACM Neto (DEM) foi negado pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia.

Segundo a coluna Satélite, do jornal Correio, o processo foi motivado por postagens nas redes sociais consideradas pelo prefeito como “caluniosas”.

PUBLICIDADE