Publicado em 12/06/2018 às 21h20.

STF proíbe Cristiane Brasil de ter contato com o pai

Deputada é alvo de operação da Polícia Federal que apura fraudes no Ministério do Trabalho, onde ela também foi proibida de entrar

Redação
Foto: Reprodução/PTB
Foto: Reprodução/PTB

 

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) está impedida manter qualquer tipo de contato com seu pai, o deputado cassado e presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson.

A determinação foi do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), na mesma decisão em que autorizou a Polícia Federal a realizar busca e apensão nas residências da deputada.

De acordo com Fachin, fica proibido “manter contato com os demais investigados ou servidores do Ministério do Trabalho, salvo, nesta última hipótese, quando imprescindível ao exercício do mandato parlamentar, mediante prévia justificativa nestes autos”.

Roberto Jefferson foi alvo da primeira fase da Operação Registro Espúrio, no último 30 de maio. Ele é suspeito de integrar a quadrilha que vende registros sindicais ao MT. As apuração aponta para desrespeito do grupo à fila dos pedidos de registro e aprova os sindicatos que pagam propina a parlamentares.

A deputada também está proibida de frequentar o Ministério e de manter contato com servidores, a não ser para tratar de assuntos relacionados ao exercício do mandato. Mesmo assim, deverá comunicar ao STF com antecedência.