Publicado em 25/10/2018 às 11h53.

Eleições OAB-BA: Representação contra Gamil é indeferida

Comissão eleitoral não identifica irregularidades nos atos informados

Marcus Murillo
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Em representação contra Gamil Föppel, da Chapa Renova OAB 86, o candidato à presidente pela Chapa Avança OAB, Fabrício Castro, alegou que o seu concorrente praticou “showmício” e distribuiu bebidas de forma gratuita para advogados, o que seria uma prática proibida no processo eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Bahia (OAB-BA). No entanto, a ação foi indeferida de forma unanime pela Comissão Eleitoral, presidida por Ademir Ismerim Medina.

Para o Presidente da Comissão, não há indícios de que o lançamento da Chapa Renova OAB tenha infligido nenhuma norma, já que pareceu ser um ato privado de comemoração da inscrição, o que não se confunde com showmício. Em decisão, Ismerim afirma que “o caso é pela não concessão da medida liminar, eis que, da análise dos argumentos e provas ora colacionados, não se verifica a presença de elementos essenciais ao deferimento da medida”.

Essa eleição para para diretoria da seccional baiana da Ordem segue com disputa acirrada e acalorada. Certamente teremos muitas novidades até o dia 21 de novembro, quando acontece a votação.