Publicado em 22/12/2018 às 17h10.

Justiça concede liminar e embarga desmatamento no Pituaçu

Obra havia desmatado cerca de 12 hectares de área de Mata Atlântica na região

Redação
Foto: José Luís Silva/ Flickr
Foto: José Luís Silva/ Flickr

 

A Justiça baiana decidiu embargar uma obra que estava desmatando cerca de 12 hectares de terreno no bairro de Pituaçu desde a última segunda-feira (17).

A decisão foi concedida neste sábado (22) pela juíza plantonista Ivana Fernandes, atendendo a uma solicitação do Ministério Público e do Grupo Ambientalista da Bahia (Gambá).

Recentemente excluída pelo governo do estado da poligonal do Parque de Pituaçu, a área desmatada deixou de fazer parte do território do parque que é um dos principais pontos da cidade com remanescentes de Mata Atlântica.

Segundo informações do Correio*, ação movida pela promotora de urbanismo do Ministério Público da Bahia, Hortênsia Pinho, foi motivada por moradores da região e pelo Movimento Viva o Parque de Pituaçu.