Publicado em 10/07/2018 às 10h18.

Após 18 dias, resgate na Tailândia chega ao fim; todos foram salvos

Mergulhadores retiraram o último dos 12 garotos e o treinador nesta terça-feira (8); eles estavam presos nas cavernas de Tham Luang desde o dia 23 de junho

Redação
Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

 

Os mergulhadores da Tailândia retiraram o último garoto e o treinador do time de futebol juvenil das cavernas Tham Luang nesta terça-feira (10). É o fim do resgate das 13 vítimas que ficaram presas desde o dia 23 de junho, isoladas após as fortes chuvas de monções os impedirem de sair do local.

“Todos os 12 meninos e o treinador estão fora da caverna. Estão seguros. Mandem apoio a todos”, confirmou a Marinha tailandesa no Facebook. Um mergulhador voluntário que ajudava levando suprimentos, ficou sem oxigênio e morreu no dia 6 de julho.

Neste fim de semana, entre domingo (8) e segunda-feira (9), duas incursões de socorristas já haviam retirado oito garotos da caverna. Eles estão internados em um hospital de Chian Rai, a 57km de Tham Luang.

O time de futebol amador explorava a caverna em 23 de junho quando foi surpreendido por uma forte chuva que inundou o local, impedindo-o de sair. Foram dez dias até o grupo ser encontrado por mergulhadores britânicos, em 2 de julho. Desde então, cerca de mil pessoas, entre tailandeses e estrangeiros, boa parte voluntariamente, trabalharam na tentativa de resgatá-los.