Publicado em 14/06/2018 às 14h00.

Câmara de Deputados da Argentina aprova legalização do aborto

O texto, que segue para votação no Senado, autoriza a prática até a 14ª semana de gestação

Redação
1280px-Congreso-sol_cupula-TM
Foto: Wikipedia

 

Por 129 votos favoráveis, 125 contrários e uma abstenção, a Câmara de Deputados da Argentina aprovou um projeto de lei que estabelece a legalização do aborto. A matéria segue para apreciação no Senado.

O texto autoriza o aborto até a 14ª semana de gestação. Atualmente, a prática é permitida na Argentina somente em caso de estupro ou risco para a vida da mulher.

A discussão no plenário da Câmara durou mais de 20 horas e, do lado de fora do prédio do Congresso, manifestantes pró e contra a legalização do aborto faziam vigília.