Publicado em 22/02/2018 às 21h30.

Conselho de Segurança da ONU estuda emendas russas para trégua na Síria

"Estamos tentando encontrar uma saída que funcione para todos, mas que certamente tenha verdadeiras implicações no terreno", disse o embaixador sueco

Redação
Ataque na Síria. (Foto: Civil Defense Idlib/Fotos Públicas)
Foto: Civil Defense Idlib/Fotos Públicas

 

O Conselho de Segurança da ONU está examinando as emendas propostas pela Rússia a um projeto de resolução visando a uma trégua de um mês na Síria, razão pela qual deverá esperar até sexta-feira (22) para submeter o texto à votação. A informação é da EFE.

A Suécia, junto ao Kuwait, solicitou, na quarta-feira (21), votação o mais rápido possível do texto preparado pelos dois países, após cerca de duas semanas de negociações com os demais membros do Conselho de Segurança.

A minuta, no entanto, foi rejeitada pela Rússia, que hoje deu a entender que a vetaria se esta fosse submetida à votação na sua forma atual. “Os patrocinadores sabem perfeitamente que não há acordo (sobre a resolução)”, disse na reunião do Conselho o embaixador russo, Vasyl Nebenzia, que anunciou que seu país iria propor uma série de emendas ao texto. O objetivo, segundo ele, é fazer com que o texto seja “realista”.

A Suécia confirmou que a delegação russa já distribuiu suas propostas aos demais membros e disse que agora vão estudar o que têm sobre a mesa. “Estamos tentando encontrar uma saída que funcione para todos, mas que certamente tenha verdadeiras implicações no terreno”, disse o embaixador  sueco.