Publicado em 13/05/2017 às 12h50.

Coreia do Norte sinaliza iniciar negociações com EUA

Desde 2008, Coreia do Norte e EUA não dialogam, devido a desavenças sobre os testes de armas nucleares dos comunistas

Redação

O diplomata Choi Sun-hee, da Coreia do Norte, afirmou, neste sábado (13), que o governo asiático está disposto a encontrar com representantes do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, a fim de iniciar as negociações para pôr fim à tensão entre os dois países.

Em passagem pela China, após uma viagem à Noruega, o representante de Pyongyang falou brevemente com os jornalistas que o acordo acontecerá “se as condições forem estabelecidas”. Não foram dados detalhes das exigências.
Desde 2008, Coreia do Norte e EUA não dialogam, devido a desavenças sobre os testes de armas nucleares dos comunistas, mas o líder americano abriu as portas ao dizer que ficaria “honrado” em encontrar o ditador Kim Jong Un.

Pouco antes, o clima entre os países tinha esquentado, após Trump afirmar que manteria “todas as opções na mesa” para deter o programa e Pyongyang prometer que iria retaliar a investida americana com ataque nuclear.

PUBLICIDADE