Publicado em 15/05/2018 às 15h00.

Escritor americano Tom Wolfe morre aos 88 anos

Autor era considerado um dos pais do jornalismo literário e estava internado em um hospital de Manhattan para cuidar de uma infecção

Redação

Tom-Wolfe-AP-780x520

 

Um dos maiores expoentes do chamado New Journalism (ou Jornalismo Literário), vertente jornalística que usa elementos literários para narrar fatos reais misturando ficção e informação, o escritor Tom Wolfe morreu nesta terça-feira (15) aos 88 anos.

Autor de livros como “Os eleitos” e do romance “A fogueira das vaidades”, Wolfe estava internado em um hospital de Manhattan, em Nova York, para se tratar de uma infecção. Tom Wolfe deixa a mulher, Sheila Wolfe, com quem foi casado por 48 anos e com quem teve um casal de filhos, Thomas e Alexandra.