Publicado em 11/04/2019 às 16h48.

Homem tem parte do pênis amputada após 48 horas de ereção

Médicos preferiram optar pelo procedimento por causa do risco de infecção

Redação
Foto: Divulgação/ Pixabay
Foto: Divulgação/ Pixabay

 

Um homem de 52 anos precisou ter parte do pênis amputada depois de ficar 48 horas seguidas com o órgão ereto. O caso aconteceu no mês passado, na Índia, e teve grande repercussão no país.

Primeiro os médicos usaram um bisturi para drenar o local e diminuir o inchaço. O paciente ficou com um cateter e curativo. No dia seguinte, a região começou a gangrenar devido a um cateter deixado no órgão.

A ponta do pênis tomou uma coloração preta e os médicos optaram pela amputação para evitar infecção.

O relatório de pesquisadores da King George’s Medical University, apontou que o cateter provocou a morte dos tecidos. O caso segue sob investigação.

PUBLICIDADE