Publicado em 10/05/2018 às 14h00.

Jogador argentino é preso acusado de matar enteado de 5 anos

Zagueiro do Defensores de Belgrano foi detido pela polícia argentina no momento em que voltava do velório do garoto

Redação
Reprodução: Facebook
Reprodução: Facebook

 

O jogador argentino Gonzalo ‘Chino’ Aguire, de 22 anos, foi preso nesta quinta-feira (10), acusado de ter abusado sexualmente e assassinado o enteado, uma criança de 5 anos.

Segundo o site Minuto Uno, o crime teria acontecido na segunda-feira (7), em Grand Bourg, Buenos Aires. O zagueiro do Defensores de Belgrano foi detido pela polícia argentina no momento em que voltava do velório do garoto.

De acordo com a publicação, a criança teria chegado ao hospital já sem vida. Lá, Chino disse aos médicos que o enteado havia caído na banheira, mas a autópsia mostrou que a vítima foi golpeada e abusada sexualmente.

Entre os investigados no crime estão o jogador e a mãe da criança Evelyn Ayelen Brites. Acredita-se que ela não teve participação no crime, mas a polícia apura se Evelyn não sabia ou percebia que o garoto sofria maus tratos do padrasto, com quem ela mantem um relacionamento há nove meses.

Até o momento o Defensores de Belgrano, que disputa a terceira divisão do futebol argentino, não se manifestou sobre o caso.