Publicado em 08/08/2017 às 21h00.

Maradona manda mensagem de apoio a Maduro

O atleta argentino declarou ser um "soldado pela Venezuela livre do imperialismo"

Redação
Foto: QuePasaAlta
Foto: QuePasaAlta

 

“Viva Chávez. Viva Maduro, Viva a revolução. Viva os venezuelanos de raça pura, não os interessados e envolvidos com a direita”, disse Diego Maradona nesta terça-feira (8) em mensagem de apoio ao presidente da Venezuela, Nicolás Maduro.

O ex-jogador de futebol argentino se pronunciou a favor do líder de Estado, que foi banido do Mercosul neste sábado (5) por uma “ruptura da ordem democrática”.

“Somos chavistas até a morte. E quando Maduro ordenar, estarei vestido de soldado para uma Venezuela livre, para lutar contra o imperialismo e os que querem se apoderar de nossas bandeiras, que é o mais sagrado que temos”, declarou o ex-artilheiro do Napoli em sua conta no Facebook.

A crise política da Venezuela, no entanto, tem trazido problemas para os atletas do país. O governo tem uma dívida de 3,7 bilhões de dólares com patrocinadores de esporte, o que fez com que a seleção feminina de vôlei perdesse seu voo para uma partida do Grand Prix na Austrália.