Publicado em 09/05/2018 às 21h40.

Menino acorda de coma pouco antes de aparelhos serem desligados

Trenton McKinley, de apenas 13 anos, ficou 15 minutos sem sinais vitais na mesa de cirurgia; os pais já haviam assinado os papéis autorizando a doação de órgãos

Redação
Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

 

O pequeno Trenton Mckinleu, de apenas 13 anos, conseguiu se recuperar de diversas fraturas no crânio e acordou de um coma pouco depois que seus pais assinaram os papéis autorizando o desligamento dos aparelhos e a doação de órgãos.

Após sofrer um acidente com um reboque de automóvel, enquanto brincava, na cidade de Mobile, no Alabama.

De acordo com a mãe da criança, Jennifer Reindl, o garoto chegou a passar 15 minutos sem sinais vitais na mesa de cirurgia durante as tentativas médicas para salvá-lo.

Os médicos chegaram a afirmar que o pequeno Trenton nunca iria se recuperar e alertou os pais para a doação de órgãos. Um dia antes da data marcada para desligar os aparelhos, o menino começou a demonstrar sinais vitais e recobrar a consciência. Ele passou por diversas cirurgia, além de sofrer falência dos rins e uma parada cardíaca.

À uma TV americana, a mãe do garoto revelou que concordou em autorizar a doação de órgãos, que poderia salvar outras cinco crianças. “Depois que nós concordamos com a doação, eles tiveram que manter o Trenton vivo para ‘limpar’ seus órgãos para doação.

No dia seguinte, estava marcado o último teste de atividade cerebral para determinar o desligamento dos aparelhos. Os sinais vitais apresentaram um pico e cancelaram o testo.

O acidente ocorreu em março. Hoje, já consciente, o garoto passa por processo de recuperação. Já voltou a andar e falar, até mesmo estudar. Contudo, ainda apresenta dores nevrálgicas e convulsões.

“Eu bati no concreto [do chão], e o reboque caiu bem em cima da minha cabeça. Depois disso, não lembro de mais nada. Não há outra explicação a não ser Deus”, contou à emissora de TV.