Publicado em 05/05/2019 às 13h30.

Polícia portuguesa investiga novo suspeito no caso Madeleine McCann

Menina britânica desapareceu em 2007, quando tinha três anos de idade; polícia apura envolvimento de um suposto"pedófilo predador"

Redação
Foto: Divulgação/Família McCann
Foto: Divulgação/Família McCann

 

A polícia de Portugal investiga um novo suspeito do desaparecimento da menina britânica Madeleine McCann, ocorrido em 3 de maio de 2007, quando ela tinha três anos de idade.

De acordo com a imprensa portuguesa, a Polícia Judiciária apura o suposto envolvimento de um “pedófilo predador” que, na época do crime, estava na mesma região onde Madeleine McCann passava férias com seus pais.

O nome do suspeito não foi divulgado, mas a pista teria sido passada às autoridades portuguesas pela Polícia Metropolitana de Londres, a Scotland Yard. Nenhuma das duas corporações comentou a notícia, segundo o jornal The Telegraph .

No 12º aniversário do desaparecimento de  Madeleine,  os pais da menina, Kate e Gerry McCann, divulgaram uma mensagem na qual afirmam que continuarão buscando sua filha. “Os meses e anos passaram muito rapidamente. Madeleine fará 16 anos neste mês. É impossível colocar em palavras o que estamos sentindo”, disseram.

Relembre o caso

Madeleine desapareceu durante uma viagem à Praia da Luz, em Portugal , 10 dias antes de completar quatro anos de vida. A menina estava com os dois irmãos gêmeos, Sean e Amelie, então com dois anos, no quarto do hotel.