Publicado em 14/02/2018 às 19h30.

Sofrendo pressões, presidente da África do Sul renuncia

Mais cedo, o agora ex-presidente havia dito que não tinha motivos para renunciar

Breno Cunha
Foto: Reuters
Foto: Reuters

 

O presidente da África do Sul, Jacob Zuma, renunciou na tarde desta quarta-feira (14). O presidente enfrentava problemas de imagem e graves escândalos de corrupção. Zuma estava sofrendo pressão do seu próprio partido, que o solicitou que deixasse o cargo antes desta quinta.

Mais cedo, o agora ex-presidente havia dito que não tinha motivos para renunciar, mas durante o dia percebeu a situação insustentável na qual se encontrava e tomou a decisão.

“Nenhuma vida deve ser perdida em meu nome e meu partido nunca deve ser dividido em meu nome. Por isso, decidi renunciar à Presidência da República com efeito imediato. Apesar disso, eu discordo da decisão dos líderes do meu partido, porque sempre fui um integrante disciplinado”, disse no discurso.