Publicado em 10/01/2017 às 15h30.

Tailândia estuda incluir pena de morte para crimes de corrupção

País aplicou pela última vez uma sentença de morte em 2009, quando dois homens foram executados por tráfico de drogas

Redação
Foto: Reprodução/ anistia.org.br
Foto: Reprodução/ anistia.org.br

 

Funcionários condenados pelo crime de corrupção podem ser punidos com pena de morte na Tailândia. A proposta das autoridades do país é que a penitência aconteça quando o desvio ultrapasse mais de US$ 27 milhões, cerca de R$ 80 milhões, hoje. Outros casos seriam tratados com condenações de até cinco anos de prisão.

Aprovada pelo Comitê Diretor Nacional de Reforma, nomeado pelos militares, a medida ainda precisa passar pelo Executivo, Parlamento e Comitê de Constituição.

A legislação anterior permitia pena capital para funcionários condenados por suborno, embora nenhum servidor tenha recebido a sentença pelo crime. A Tailândia aplicou pela última vez uma sentença de morte em 2009, quando dois homens foram executados por tráfico de drogas.