Publicado em 11/11/2017 às 13h30.

Trump e Putin confirmam acordo para derrota definitiva do Estado Islâmico

Em declaração conjunta divulgada neste sábado (11) os presidentes de Estados Unidos e Rússia afirmaram esforço conjunto no combate

Redação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

 

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmaram neste sábado (11), durante a cúpula da Apec (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico) em Danang, no Vietnã, a decisão de derrotar o Estado Islâmico (EI) na Síria, numa declaração conjunta.

“Os dois expressaram sua satisfação com os esforços bem-sucedidos de EUA e Rússia para evitar mais eficazmente incidentes perigosos entre militares americanos e russos, que permitiram elevar consideravelmente as baixas do EI nos campos de batalha nos últimos meses”, afirma o comunicado dos dois países.

Rússia e Estados Unidos declararam que o esforço conjunto será realizado até a derrota definitiva do Estado Islâmico. Os presidentes afirmaram ainda que “o conflito na Síria não tem solução militar”, reiterando que “o acerto político definitivo para o conflito deve ser achado dentro do processo de Genebra, de conformidade com a resolução 2254 do Conselho de Segurança da ONU”.

A declaração, segundo o porta-voz de Putin, Dmitri Peskov, foi pactuada neste sábado (11) pelo ministro de Exteriores russo, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado americano, Rex Tillerson.