Publicado em 17/07/2017 às 18h40.

Ursinho Pooh é banido da China

Memes feitos usando a imagem do presidente chinês Xi Jinping com o personagem da Disney foram alvos de censura

Redação
Memes feitos comparando Xi Jinping com o Ursinho Pooh estariam comprometendo a imagem do presidente. Foto: Twitter
Memes feitos comparando Xi Jinping com o Ursinho Pooh estariam comprometendo a imagem do presidente. Foto: Twitter

 

Em qualquer parte do mundo, o urso amarelo e amigo do menino Christopher Robin é associado a ternas memórias de infância. Na China, no entanto, o Ursinho Pooh é considerado “subversivo” e começou a ser censurado pelo governo depois de internautas terem feitos memes com ele e o presidente chinês Xi Jinping.

As primeiras comparações entre a personagem e o chefe de Estado começaram em 2013, quando usuários do Twitter e do Weibo (equivalente chinês do site de microblogs) compartilharam montagens de uma foto de Jinping com Barack Obama junto a uma imagem de Pooh com seu amigo Tigrão.

Na China, o acesso dos habitantes a internet é vigiada pelo governo, e mensagens negativas são censuradas. Assim, os vários memes feitos e compartilhados fizeram com que o Ursinho Pooh entrasse para lista-negra do país – na qual também está a banda de rock Guns ‘n Roses, que lançou em 2008 um álbum chamado “Chinese Democracy” (“Democracia chinesa”), que ironiza o sistema.

Outro viral envolvendo Xi Jinping mostra uma foto do presidente como o urso amarelo, e o premiê japonês Shinzo Abe como o personagem Bizonho (por mais que seu sobrenome sugerisse uma comparação óbvia com o coelho Abel).