Publicado em 26/04/2018 às 14h00.

Ação criminal contra Antonio Elinaldo é enviada ao TJ-BA

Prefeito de Camaçari já chegou a ser preso em 2015, quando atuava como vereador da cidade, sob acusação de integrar um grupo que explorava o jogo do bicho

Redação
Foto: Izis Moacyr / bahia.ba
Foto: Izis Moacyr / bahia.ba

 

Acusado de liderar uma organização criminosa, contraversão de jogo de azar e lavagem de dinheiro, o prefeito de Camaçari, Antonio Elinaldo (DEM) teve a denúncia encaminhada para o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). A decisão foi tomada pela juíza Bianca Gomes da Silva, da 2ª Vara Criminal de Camaçari.

O prefeito já chegou a ser preso em uma outra ocasição quando atuava como vereador da cidade, em 2015. Elinaldo foi preso em plena Câmara Municipal de Camaçari acusado de integrar um grupo que explorava o jogo do bicho na cidade e teria movimentado cerca de R$ 5 milhões nos últimos três anos.

Em menos de 24 horas o político foi solto, depois de a Justiça conceder o habeas corpus solicitado pela defesa.

PUBLICIDADE