Publicado em 12/10/2018 às 12h23.

Após decretar situação de emergência no transporte, prefeitura reajusta passagens

A partir de domingo a tarifa passa a custar R$ 3,80; R$ 0,10 mais caro do que o valor cobrado em Salvador

Luís Filipe Veloso
Foto: Reprodução/ Photobucket
Foto: Reprodução/ Photobucket

 

Pegar ônibus em Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano, vai ficar mais caro a partir de domingo (14). A passagem custava R$ 3,30 e, com o reajuste, estará acima do valor cobrado em Salvador, R$ 3,80. Na capital do estado a tarifa é de R$ 3,70.

O decreto da prefeitura que autoriza a majoração do preço acontece após a gestão municipal estabelecer situação de emergência no sistema de transporte local. Os gestores municipais alegam que, com base em estudos, ficou confirmado que o valor cobrado pela passagem estava abaixo dos custos para operar o sistema.

Conforme noticiado pelo bahia.ba, em julho, o serviço de transporte público de Conquista era operado por duas empresas, Cidade Verde e Viação Vitória. Após inúmeras denúncias, acidentes e vistorias de segurança, a segunda companhia teve a licença caçada e o sistema passou a ser todo executado pela primeira, ainda que de forma precária pela falta de coletivos suficientes para atender a demanda.

Contudo, o próprio prefeito Herzém Gusmão (MDB) admitiu à reportagem, à época, que a Cidade Verde também apresenta irregularidades: “Foi condenada pela Justiça em relação [a irregularidades no] processo licitatório que venceu, durante a gestão passada […] embora […] cumpra o contrato em 100%. É uma empresa perfeita em termos de transporte coletivo”.

O bahia.ba procurou o prefeito na manhã desta sexta-feira (12), mas não teve as ligações atendidas.