Publicado em 18/05/2017 às 17h40.

Prefeitura pode ser alvo de CPI para investigar contratações

A comissão, segundo o requerimento, deve ser formada por três membros e funcionará por 90 dias

Redação
Fotos: Reprodução/Jornal Grande Bahia/Sertão Baiano
Fotos: Reprodução/Jornal Grande Bahia/Sertão Baiano

 

A prefeitura de Irecê pode se tornar alvo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), após sete vereadores que fazem oposição ao prefeito Elmo Vaz (PSB) protocolarem um requerimento em que a investigação de “prováveis irregularidades cometidas na contratação de servidores públicos no município de Irecê pela atual gestão, bem como o pagamento de gratificações em desconformidade” é solicitada.

A comissão, segundo o requerimento, deve ser formada por três membros e funcionará por 90 dias. As conclusões serão encaminhadas ao “Ministério Público para que se promova, assim entendendo, a responsabilidade civil ou criminal dos infratores”.

A CPI não precisa de aprovação do plenário para ser instituída, basta o requerimento de 1/3 dos 15 vereadores.