Publicado em 19/05/2017 às 13h01.

Aécio Neves recebeu R$ 60 milhões de propina em 2014, diz JBS

Em troca do dinheiro, o tucano usou o mandato para "beneficiar diretamente interesses do grupo"

Redação
Aécio Neves/Foto Fábio Maurício/Flickr
Aécio Neves/Foto Fábio Maurício/Flickr

 

O senador afastado Aécio Neves (PSDB) recebeu R$ 60 milhões de propina em 2014, segundo contaram os executivos da JBS, em acordo de colaboração premiada.

Em troca do dinheiro desembolsado, o tucano usou o mandato para “beneficiar diretamente interesses do grupo”.

Segundo a Folha de São Paulo, Aécio teria ajudado na liberação de créditos de R$ 12,6 milhões de ICMS da JBS Couros e dos créditos de R$ 11,5 milhões de ICMS da empresa ‘Da Grança’, adquirida pela JBS na compra da Seara.