Publicado em 22/05/2019 às 10h54.

Após cremação, embaixador será sepultado em Monte Santo

Foi cremado em Salvador, mas as cinzas vão para lá, que não tem crematório

Levi Vasconcelos

O sepultamento de Paulo Cordeiro de Andrade Pinto e a esposa, Vera Lúcia, ele embaixador do Brasil no Líbano que morreu em acidente de automóvel na Itália, vai ter um segundo tempo. Anteontem, houve a cremação no Jardim da Saudade, e amanhã, as cinzas serão solenemente sepultadas em Monte Santo. O prefeito Vando (PSC) explica:

— Ele nasceu em Salvador porque Monte Santo não tinha hospital. Mas é filho de lá e queria ser sepultado lá.

Curioso: o embaixador é de Monte Santo, mas nasceu em Salvador porque lá não tinha hospital. Agora, foi cremado em Salvador, mas as cinzas vão para lá, que não tem crematório.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.

PUBLICIDADE