Publicado em 16/04/2018 às 08h00.

Após críticas, Neto admite que projeto de BRT pode ser revisto

Alvo de reclamações pelos impactos ambientais provocados pelos veículos movidos a óleo diesel, a prefeitura avalia implementar elétricos ou até híbridos

Luís Filipe Veloso

O prefeito ACM Neto (DEM) admitiu neste domingo (15) pelas redes sociais que a gestão municipal fará estudos para “analisar a viabilidade dos veículos do BRT serem elétricos ou mesmo híbridos”, confirmando nota veiculada no jornal A Tarde neste fim de semana.

A medida pode levar a uma revisão do projeto do novo modal após as críticas quanto ao impacto ambiental provocado pelos ônibus articulados movidos a óleo diesel.

Quanto ao prazo para implementar a frota menos poluente, o democrata abriu a possibilidade de ser feito de forma imediata ou em segundo plano.

Além das queixas quanto ao uso de combustível fóssil nos veículos, a prefeitura também tenta superar as reclamações pela derrubada da área verde no canteiro da Avenida Juracy Magalhães para a construção das novas vias.

acm neto post twitter

Temas: ACM Neto , BRT , críticas , DEM , projeto