Publicado em 03/11/2017 às 09h20.

Azi aciona PF para apurar incêndio em secretaria de Camaçari

Sede da pasta de Infraestrutura foi atacada por vândalos encapuzados, de acordo com a prefeitura; deputado fala em crime político

Evilasio Junior
Foto: Gilmar Felix / Câmara dos Deputados
Foto: Gilmar Felix / Câmara dos Deputados

 

O deputado federal Paulo Azi (DEM) enviou um requerimento, nesta sexta-feira (3), à Polícia Federal para solicitar apuração no caso do incêndio à sede da Secretaria de Infraestrutura de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, na madrugada de quinta (2).

No pedido, o parlamentar requer adoção de providências imediatas para a identificação dos responsáveis. “Todos os fatos precisam ser muito bem esclarecidos porque, certamente, as pessoas que ordenaram o ataque têm muito medo das investigações que estão sendo realizadas não apenas pela prefeitura, mas, principalmente, pela Justiça”, apontou o parlamentar.

Paulo Azi diz acreditar que os dois homens armados e encapuzados que invadiram a Seinfra incendiaram equipamentos e documentos. Segundo ele, os criminosos têm ligação com “pessoas que desviaram recursos” das obras de revitalização da Bacia do Rio Camaçari.

“A quem interessa três incêndios somente este ano ao prédio da Seinfra? Quem está por trás destes crimes? Quais as pessoas responsáveis pelo desvio de milhões de uma obra que beneficiaria toda a cidade? Estas são as perguntas que a PF precisa ajudar a esclarecer”, disse o deputado.

A tese de crime político já havia sido levantada pelo prefeito Antônio Elinaldo (DEM).