Publicado em 20/06/2019 às 15h00.

Bolsonaro após Moro no Senado: ‘Nota 10, subiu no meu conceito’

Um dia antes, ex-juiz federal e atual ministro minimizou crise e admitiu sair em caso de irregularidade

Redação
Foto: Adriano Machado/Reuters
Foto: Adriano Machado/Reuters

 

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) avaliou nesta quinta-feira (20) o desempenho do ministro Sergio Moro (Justiça), que foi na quarta (19) ao Senado explicar a troca de mensagens entre ele e o procurador Deltan Dallagnol sobre a Operação Lava Jato, vazadas pelo The Intercept Brasil.

“[Nota] dez pro Moro. Subiu no meu conceito. Apesar que ele não poderia crescer mais do que já cresceu”, disse o presidente, em Miracatu, interior de São Paulo. Questionado se a situação atual comprometia a indicação de Moro para uma vaga no STF (Supremo Tribunal Federal), Bolsonaro respondeu: “Quando você desconfia do seu marido, o que você faz com ele? Eu não estou desconfiado de ninguém.”

Em audiência no Senado, ao longo de nove horas ao longo de nove horas, Moro admitiu a possibilidade de deixar o posto no governo caso sejam apontadas irregularidades em sua conduta.

Ele também travou embates com senadores petistas e afirmou ainda ser alvo de um ataque hacker que mira as instituições e que tem como objetivo anular condenações por corrupção. Moro se ofereceu para ir à CCJ para esfriar o trabalho de coleta de assinaturas para a criação de uma CPI para investigá-lo.

PUBLICIDADE