Publicado em 15/04/2019 às 13h56.

Cesar Maia: Bolsonaro representa velha direita e governo merece nota 6 até então

"O Bolsonaro é um antigo líder da direita na hora em que toca esse tema [golpe de 64]", afirmou ex-prefeito do Rio de Janeiro

Redação
ex-prefeito do Rio Cesar Maia
Foto: Rose Brasil / Agência Brasil

 

O presidente Jair Bolsonaro é um representante da “velha direita” e seu governo merece nota 6 até então, afirmou, em entrevista à Folha, o ex-prefeito do Rio de Janeiro Cesar Maia (DEM), pai do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

Segundo Maia, havia uma perspectiva de crescimento da nova direita brasileira, mas dissociada do golpe de 1964.

“A associação com o golpe de 64 tirava força dessa nova direita. O Bolsonaro é um antigo líder da direita na hora em que toca esse tema. Ele vai ao Chile, ele e Onyx, e elogiam o Pinochet. Ninguém no Chile elogia o Pinochet. Ele vai a Israel e usa uma expressão considerada absurda pelos judeus [de que seria possível perdoar o Holocausto]. Pode ter falado uma besteira dessas? Então, ele vai sendo a velha direita. Assim como ele fala da nova política, da velha política, Bolsonaro é a velha direita”, afirmou Maia.

O ex-prefeito do Rio também disse que o filho “poderia ser” uma liderança desse segmento do espectro político.

“Ele [Rodrigo] está trabalhando isso no ponto de vista de imagem. Os convites que tem recebido, como presidente da Câmara, para ir ao exterior, são muitos. E o Rodrigo não fala inglês. Ele balbucia inglês. Isso tira dele mobilidade. Sabe disso. Disse que vai fazer um intensivão”, declarou.

PUBLICIDADE