Publicado em 21/06/2018 às 16h40.

Coaf aponta lavagem de dinheiro em movimentações financeiras de Romário

Segundo relatório, o senador administra uma conta em nome da irmã, Zoraidi Faria, com o “intuito de ocultar” a sua própria movimentação financeira

Redação
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

 

Indícios de lavagem de dinheiro foram apontados em operações bancárias relacionadas ao senador Romário (Podemos), pré-candidato ao governo do Rio de Janeiro, segundo um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), órgão do Ministério da Fazenda.

Datado do último dia 2 de maio, o documento indica que o ex-jogador administra uma conta em nome da irmã, Zoraidi de Souza Faria, com o “intuito de ocultar” a sua própria movimentação financeira, de acordo com informações do Globo.

Romário tem uma procuração, entregue por Zoraidi, que lhe dá poderes específicos sobre recursos depositados no Banco do Brasil. Para o Coaf, o fluxo financeiro da conta é “incompatível com a capacidade financeira” da irmã do senador.