Publicado em 15/04/2019 às 17h44.

Com cânticos e sob chuva, religiosos protestam contra Marcelle na CMS

Manifestantes ainda jogaram farofa de azeite na frente da Câmara

Breno Cunha

 

Foto: Breno Cunha/bahia.ba
Foto: Breno Cunha/bahia.ba

 
Como convocado há duas semanas, candomblecistas protestaram na frente da Câmara Municipal de Vereadores nesta segunda-feira (15) contra Marcelle Moraes, que usou o minuto de silêncio a Makota Valdina para pedir a homenagem a um hipopótamo morto no zoológico de Salvador.

Os religiosos entoaram cânticos como homenagem aos orixás e evocaram o espírito de Makota. “Como convocaríamos o espírito dela para fazermos mal a alguém? Este Ebó coletivo é uma manifestação de paz”, destacou Mãe Jaciara. “Ebó coletivo é um momento único do nosso povo. Não é macumba, oferenda, nada disso”, acrescentou.

Mesmo sob forte chuva, os manifestantes ainda jogaram farofa de azeite na frente da Câmara, como forma de pedido de permissão a Exu.

 

PUBLICIDADE