Publicado em 15/03/2019 às 20h20.

Deputado propõe para Bolsonaro criação da ‘Secretaria de Desesquerdização’

No documento, Freire diz que o Brasil foi “palco de assaltos ao longo de mais de duas décadas de governos esquerdistas"

Redação
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

 

O deputado federal Heitor Freire (PSL) propôs ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta quarta-feira (13) a criação de uma Secretaria Especial de Desesquerdização da Administração Pública.

No documento, Freire diz que o Brasil foi “palco de assaltos ao longo de mais de duas décadas de governos esquerdistas, especialmente pelo Partido dos Trabalhadores”.

Além disso, sustenta que a vitória de Bolsonaro “não foi suficiente para expurgar de forma imediata os agentes da esquerda infiltrados na administração pública”.

O deputado também afirma que a Secretaria estaria “destinada a realizar um amplo controle, fiscalização, identificação, mapeamento, monitoramento, com consequente sugestão de exoneração por decisão do Presidente da República, de todo aquele agente de esquerda a que atue de forma oculta e que continue trazendo danos diretos e indiretos para a sanidade desta nação”.