Publicado em 13/06/2018 às 17h44.

Dirigentes de entidades ligadas a Coronel são exonerados da Alba

Segundo a Folha, os antigos funcionários comandam empresas ou entidades com contratos e convênios com prefeituras, governo e Assembleia

Redação
Foto: Divulgação/Alba
Foto: Divulgação/Alba

 

Apesar de o governador Rui Costa (PT) defender o presidente da Assembleia, Ângelo Coronel (PSD), de denúncias veiculadas nesta quarta-feira (12), o chefe do Legislativo baiano exonerou de seu gabinete dois funcionários que comandam empresas ou entidades com contratos e convênios com prefeituras, governo e a própria Alba.

Foram exonerados de seus respectivos cargos na Assembleia os servidores Alexandre Pereira da Silva e Eurico Bonfim, que comandam a Family Cred Soluções, empresa que gerencia cartões de tíquete combustível.

Segundo a Folha de S. Paulo, pelo menos quatro servidores ligados a Coronel se enquadravam na situação descrita. A publicação ressaltou ainda que a relação das entidades com governo e Legislativo contraria o Estatuto do Servidor da Bahia, que proíbe os servidores de “transacionar com o Estado”.

O governador, entretanto, disse não ver nenhuma ilegalidade em relação aos fatos denunciados.