Publicado em 23/11/2017 às 19h20.

Dito voluntário, MBL Bahia oferece ‘ajuda de custo’ para ter memeiro

Segundo o grupo, o interessado no cargo vai “ajudar a combater esquerdistas, a corrupção e outros males”; valor oferecido não é revelado

Rodrigo Aguiar
mbl meme
Foto: Reprodução / Facebook

 

Apesar de se classificar como um grupo movido por “voluntários”, o Movimento Brasil Livre Bahia (MBL-BA) já promete uma “ajuda de custo” para ter um “memeiro”, pessoa responsável em produzir memes.

Segundo publicação do próprio grupo, o interessado no cargo não pode ser “soça, comuna ou isentão” e vai “ajudar a combater esquerdistas, a corrupção e outros males”.

acm neto meme
Foto: Reprodução / Facebook

 

O valor a ser oferecido, no entanto, não é revelado. “Isso aí a gente vai conversar com os candidatos, inclusive porque a gente tem a expectativa de que surjam diferentes perfis de candidatos. A gente vai avaliar isso no momento em que decidir por uma pessoa, mas não tem como precisar isso agora”, disse Eduardo Viana, coordenador do MBL-BA, ao bahia.ba.

No anúncio de “recrutamento” do “memeiro”, o grupo ironiza: “Patrocínio: CIA”. “O PSDB já tá pagando a parcela de fim de ano?”, rebateu um adversário político.

Segundo Viana, atualmente “várias pessoas” fazem os memes do grupo, mas nenhuma delas recebe por isso. Sobre a situação financeira do MBL no estado, o coordenador afirma que “o movimento está conforme os seus membros estão”. “A gente tem uma plataforma de financiamento, mas que ainda está iniciando. Já tem alguma coisa, mas a gente ainda quer crescer muito nesse aspecto”, relatou.

rui meme
Foto: Reprodução / Facebook

 

A estratégia do Movimento Brasil Livre de alavancar suas redes sociais com material do tipo é nacional. Rafael Rizzo, 25, e Arthur França, 24, são os “memeiros” do movimento. Eles relataram à Folha, em agosto deste ano, trabalhar cerca de 12 horas diárias. O salário dos profissionais é “fixo e secreto”, segundo o coordenador nacional do MBL, Kim Kataguiri.

Entre os alvos dos memes do MBL baiano – que passou a produzir com mais frequência nos últimos meses – estão políticos como o governador Rui Costa (PT), o ex-governador Jaques Wagner (PT), o senador Otto Alencar (PSD) e o prefeito ACM Neto (DEM).

jaques wagner meme
Foto: Reprodução / Facebook

 

Viana diz que o grupo nunca foi acionado judicialmente por nenhum conteúdo postado, ao contrário do que costuma ocorrer frequentemente com o MBL Brasil.

“Como as pessoas não gostam que apontem o que elas estão fazendo de errado, naturalmente muita gente fica infeliz com os materiais que fazemos. Mas como é tudo muito bem embasado, a gente não teve nenhum problema com isso”, contou.

otto alencar meme
Foto: Reprodução / Facebook

 

No começo de novembro, a página do MBL Bahia no Facebook ultrapassou as 10 mil curtidas. Atualmente, são cerca de 10,6 mil curtidas. A título de comparação, a página do PT baiano tem pouco mais de 13 mil curtidas; a da Juventude do Democratas Bahia, 8.708.

PUBLICIDADE