Publicado em 19/11/2018 às 12h23.

Em Feira, os cubanos não farão tanta falta

"Acho que dá para suprir", diz o prefeito Colbert Martins

Levi Vasconcelos

Se a ausência dos cubanos no Mais Médicos pode causar estragos em pequenos municípios, em Feira de Santana nem tanto, segundo o prefeito Colbert Martins (MDB), que por acaso também é médico.

– Temos 24 médicos do Mais Médicos cubanos. Acho que dá para suprir. Os outros são brasileiros, venezuelanos, colombianos. A diferença deles para os cubanos é que eles recebem o dinheiro inteiro.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é jornalista político, diretor de jornalismo do Bahia.ba e colunista de A Tarde.