Publicado em 18/11/2017 às 18h30.

Em Salvador, presidente do BNDES diz querer ‘higienizar’ a política

"Vamos desintoxicar a política brasileira, passar por um processo de limpeza, de higienização, de compromisso efetivo", disse Rabello

Redação
(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

 

Recém-filiado ao PSC e pré-candidato da legenda à Presidência da República, o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, afirmou neste sábado (18), em encontro do PSC em Salvador, que vai trabalhar para “higienizar” a política.

“Vamos desintoxicar a política brasileira, passar por um processo de limpeza, de higienização, de compromisso efetivo”, afirmou Rabello, defendendo que as mudanças aconteçam dentro da política. “Temos que caminhar com os políticos, mas com compromisso renovado”, disse.

A chegada de Rabello coincide com o processo de saída do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), também pré-candidato à Presidência, que anunciou filiação ao PEN, partido nanico que deve trocar o nome para Patriotas.

A mudança fez o PSC reforçar um discurso voltado ao liberalismo econômico. Nos últimos programas partidários na televisão, deputados e dirigentes adotaram o slogan “mais Brasil e menos Brasília”, em defesa redução da burocracia estatal.

PUBLICIDADE