Publicado em 18/05/2017 às 10h01.

Enfim, o empréstimo os dólares de Alagoinhas

O prefeito Joaquim Neto (DEM) assinou ontem o financiamento de US$ 11,5 milhões, ou R$ 38 milhões, junto à Cooperação Andina de Fomento (CAF)

Levi Vasconcelos

Joaquim Neto (DEM), prefeito de Alagoinhas, assinou ontem o empréstimo de US$ 11,5 milhões, ou R$ 38 milhões, junto a Cooperação Andina de Fomento (CAF).

O caso é uma novela. Começou lá com o ex-prefeito Paulo Cézar e agora se materializa com os créditos da ingerência do deputado Paulo Azi (DEM) junto ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles No fim do mês, uma equipe da CAF baixa em Alagoinhas.

Já os pedidos da Bahia continuam travados

Em caso de tais empréstimos, o município ou estado toma, mas quem avaliza é a União. Esta semana João Leão, secretário do Planejamento, estava em Brasília tentando destravar as demandas baianas represadas.

A Bahia tem capacidade de endividamento de R$ 4,5 bilhões. E não sai nada.

Levi Vasconcelos

Levi Vasconcelos é Jornalista político, Diretor de Jornalismo do Bahia.ba, e titular da Coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde.