Publicado em 17/03/2019 às 10h30.

Esposa de Sérgio Cabral negocia delação premiada, afirma coluna

MPF pretende desvendar fatos envolvendo o Judiciário, escritórios de advocacia e o hoje presidiário Régis Fichtner

Redação
Foto: Reprodução/Jornal do Pais
Foto: Reprodução/Jornal do Pais

 

A ex-primeira dama do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo negocia com o Ministério Público Federal um acordo de delação premiada, de acordo com a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

Ainda de acordo com a publicação, as tratativas ainda são iniciais.

A defesa da esposa do ex-governador Sérgio Cabral, comandada por Márcio Delambert, vem apresentando os temas que Adriana pode abordar. Já os procurados dizem quais assuntos os interessam na colaboração.

Com a delação, o MPF pretende desvendar fatos envolvendo o Judiciário, escritórios de advocacia e o hoje presidiário Régis Fichtner, um dos ex-braços direitos de Cabral. Contudo, Adriana, até agora, não quer falar do Judiciário.